Alternativas Naturais ao Vermelho 40 para Pet Foods

Demanda por Rótulos Limpos e Cores Naturais Aumenta no Segmento Pet Food

No último ano, observamos as marcas de pet food mostrarem a mesma tendência de ingredientes mais limpos já existente na alimentação humana. Neste sentido, cresce o interesse da indústria em substituir os corantes artificiais – especialmente o vermelho 40 – por alternativas naturais, tanto para humanos como para seus animais de estimação.

De acordo com a pesquisa Sensient Consumer Research, mais de 40% dos donos de pet estão preocupados com a presença do corante artificial vermelho 40 na alimentação dos seus bichinhos. Além disso, cerca de 70% tendem a preferir marcas que tenham substituído os corantes artificiais por alternativas vegetais.

Desafios dos Vermelhos Naturais em Pet Food

Nossa equipe de P&D tem se deparado com 3 desafios principais ao desenvolver soluções naturais de vermelho para aplicação em pet food.

#1 O PROBLEMA DO pH

Tipicamente, os pet foods têm pH na faixa de 5-7 e o calor da extrusão pode contribuir para elevar ainda mais o pH. A natureza oferece várias opções de antocianinas vermelhas, mas que mudam de tonalidade para roxo nesta condição de baixa acidez.

#2 Percepção do Consumidor em relação à Naturalidade

Óxidos de ferro avermelhados poderiam ser uma solução para o desafio do pH, mas apresentam algumas desvantagens. Sob o ponto de vista da rotulagem, eles não são percebidos como ingredientes limpos. De fato, apenas 25% dos consumidores consideram os óxidos de ferro como opções naturais para a cor, de acordo com a Sensient Consumer Research. Esta percepção como “não natural” deriva das reações de síntese utilizadas para produzir os óxidos de ferro.

#3 A Reação de Maillard

Beterraba seria uma alternativa lógica à antocianina e oferece vantagem de percepção positiva como fonte limpa para a cor, diferentemente dos óxidos de ferro. Porém, o tom vermelho da beterraba se altera para marrom nas condições extremas da extrusão, que promovem a reação de Maillard. A indústria de pet foods poderia sobredosar a beterraba para tentar compensar este processo, mas dosagens maiores podem resultar em outros problemas (como sabor e textura ruins).

Soluções de Vermelho Natural para Pet Food

Do ponto de vista estritamente técnico, o carmim seria uma boa opção para as aplicações em pet food. Ele possui vantagens em relação ao vermelho 40, tais como coloração similar e atrativa, boa estabilidade ao calor e pH do meio. Contudo, ele não é Kosher, o que limita seu uso na alimentação humana e animais de estimação.

Enquanto isso, a tecnologia SupraRed™ da Sensient se mostra como alternativa bem mais viável, pois reune os benefícios de uma fonte vegetal com vantagens como:

  • Maior resistência ao processo de extrusão
  • Declarado como corante natural vermelho de beterraba
  • Alta concentração de cor, o que significa dosagens mais baixas
  • Atende às especificações Kosher e Halal

Tem interesse em formular seus produtos utilizando carmim ou o Supra Red? Solicite sua amostra aqui.

Related Posts